1.10.13

Todos pela liberdade

Estes somos nós atrás da liberdade. 
Quando falo em liberdade sou incapaz de não associar á felicidade. O pássaro que está preso na gaiola é realmente feliz? Os peixes que estão presos num aquário pequeno não prefiram ter o oceano todo para viver? Os jovens que lutam todos os dias contra a vida num instituto social não prefiram ser acordados por a mãe ou pela família do que pela campainha? Os adultos que cometeram erros e que estão a pagar por isso não prefiram sair daquelas quatro paredes e mostrar de outra forma que estão arrependidos? Os estudantes que acordam cedo e que realmente se aplicam, têm  medo de pensar num futuro sem emprego? Já reparaste que inicialmente comecei por falar da liberdade e que agora o assunto já está ligado á própria vida real? Por quem diz que sonhar pela liberdade é inútil, aprendam que a liberdade é das coisas que ainda vale a pena sonhar.

15 comentários:

  1. Temos de nos libertar de tudo o que nos pressiona!

    ResponderEliminar
  2. Não só sonhar como lutar por ela :)

    Concordo.

    ResponderEliminar
  3. São coisas que me dão, nem eu percebo sinceramente.

    ResponderEliminar
  4. adorei o texto! tão verdade! a ultima frase está mesmo linda :o deixa-nos a pensar...
    r: também gosto imenso do Porto, desde que seja numa zona agitada :p não sei linda :c clico em "follow me" e aparece "not found, error 404" :o

    ResponderEliminar
  5. É verdade, todos corremos atrás dela (:

    ResponderEliminar
  6. adorei o teu texto, reflete tudo o que sintooo!

    ResponderEliminar
  7. Adorei o texto. Sem dúvida alguma concordo com o que disseste.
    Também te sigo (:

    ResponderEliminar
  8. r: já consegui! já estou a seguir :D

    ResponderEliminar
  9. Concordo! :D
    R: Irás arranjar com certeza :D

    ResponderEliminar
  10. Eu sei, mas fico sempre bem :)
    Sempre assim .

    ResponderEliminar
  11. Uma pessoa sem liberdade definitivamente não é uma pessoa feliz!

    ResponderEliminar

P.S: Os comentários estão sujeitos á minha aprovação. Normalmente retribuo a tudo e só em casos extremos é que não os aprovo. Muito obrigada!